A CARNE E O MICROCOSMOS ALIMENTAR MEDIEVAL: VIRILIDADE, FORÇA E PODER

Renato Toledo Silva Amatuzzi

Resumo


A carne possui um papel central na dieta da nobreza medieval. O grande destaque que os homens desse tempo conferem à carne deve-se à mítica de que esta foi por muito tempo cercada. Assada, temperada, sangrenta, suculenta e farta, a carne é, desde muito tempo, um símbolo de poder, força, riqueza, potência sexual, virilidade, energia vital e uma das principais manifestações de alegria - a de comê-la fartamente ao redor da mesa. Numa sociedade dirigida por guerreiros e cavalheiros, a carne ajuda a reforçar a lenda que relaciona sua ingestão à força física e aos poderes duradouros.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.